Tigre (Panthera tigris)

Tigre-de-bengala

Tigre (Panthera tigris)

Tigre (Panthera tigris)

Nome comum: Tigre-de-bengala
Nome científico: Panthera tigris tigris

Ordem: Carnivora        Família: Felidae

Distribuição e Habitat: Encontram-se principalmente na Índia, mas também no Nepal, no Butão, no Bangladesh e na zona Oeste de Myanmar. Vivem em vários tipos de habitat. De facto, existem nas florestas tropicais húmidas de Assam ou de Bengala, mas também nas florestas pantanosas do Sudeste e do Norte da Índia, bem como no delta do Ganges. Também vivem nas regiões de altitude, na vegetação alpina e nas florestas de folha caduca do Nepal, na região dos Himalaias. Habitam ainda as florestas de bambu da Índia Central, as savanas e bosques da região de Terai e a floresta mista seca chamada floresta monsónica, da Índia Setentrional.
Tamanho adulto: Comprimento total: Macho: 2,70-3,10m; Fêmea:2,40-2,65m;
Peso: Macho: 180-258kg; Fêmea: 100-160kg.

Caracteristicas biologicas e comportamento: Os tigres são os maiores felídeos actuais. O seu tamanho varia de acordo com a subespécie, tal como a coloração e o padrão da sua pelagem. O tigre-de-bengala (Panthera tigris tigris) é o segundo maior, após o tigre-da-sibéria (Panthera tigris altaica). A sua pelagem é normalmente curta, de cor laranjo-avermelhado, recortada por riscas estreitas de cores castanhas, cinzentas ou pretas e predominantemente verticais. Ela apresenta também zonas de cor de marfim como o ventre, a parte interna das patas, a garganta, as bochechas e o pavilhão auricular.
Os tigres são carnívoros, alimentando-se quase exclusivamente de animais que eles próprios capturam e matam. Eles caçam preferencialmente veados e porcos selvagens, mas também outros mamíferos como macacos e porcos espinhos, aves como pavões, repteis e peixes. Podem ainda atacar jovens elefantes e rinocerontes, e alimentar-se de cadáveres.

São mais activos ao crepúsculo e durante a noite. Animais da floresta por excelência, estes exímios caçadores estão especialmente bem preparado para a caça. Caçam por emboscada e dependem mais da visão e da audição do que do olfacto. As suas pelagens com riscas escuras tornam-nos perfeitamente miméticos quando se agacham a sombra das árvores ou no meio da erva, ficando quase invisíveis. Os seus passos são tão leves que parecem apenas tocar no solo o que lhes permitem ser extremamente silenciosos. A sua agilidade e capacidade de arranque permitem-lhes dar grandes saltos de 5-6m para se lançar sobre uma presa.

Os tigres raramente sobem as árvores e são excelentes nadadores, adorando a água.
São geralmente solitários (excepto durante a época de acasalamento) e territoriais. Ocupem territórios que defendem contra intrusos do mesmo sexo, cujo limites marcam com urina e aranhões. Os machos tem grandes territórios que se sobrepõem em parte com os de varias fêmeas, com as quais acasalam.
O acasalamento pode ocorrer durante todo o ano. Após cerca de 100 dias de gestação, nascem geralmente duas a três crias, cegas durante 6-14 dias, com mais ou menos 1 kg. As crias são amamentadas durante três a seis meses e começam a comer carne aproximadamente com dois meses de idade. Nos meses seguintes aprendem com a mãe as técnicas de caça necessárias à sua sobrevivência futura e com aproximadamente 18-24 meses já sabem caçar sozinhos ou com os respectivos irmãos e irmãs. Aos poucos o grupo desfaz-se, indo os jovens a procura do seu próprio território. Os machos atingem a maturidade sexual aos quatro a cinco anos de idade e as fêmeas aos três a quatro anos de idade.